Assombração

Todos da cidade tinham medo de passar pela porteira depois da 22 horas por causa da assombração, eles davam voltas de até 2 Km para não passar por ela.

Até que um dia quando todos estavam no bar jogando sinuca e bebendo cachaça eles distraíram da hora e um velho de + ou - 50 anos, tinha que passar pela porteira. Na Hora em que o pessoal saiu do bar o velho estava muito bêbado e decidiu passar pela porteira, pois ele estava confiando na sua "peixera" e na sua "garrucha", mas todos o avisavam da assombração mas ele não tinha medo. O velho foi assim mesmo.

Quando chegou perto da porteira o homem viu a assombração e disse "Dona Assombração eu quero passar, eu não mexo com a senhora e você não mexe comigo" e foi. Quando abriu a porteira a assombração estava do lado da porteira no alto de um barranco e pulou sobre o velho, os dois rolaram no chão e o homem enfiou a "peixeira" na assombração e saiu correndo até chegar em casa.

No outro dia toda a cidade foi lá ver a assombração e viram que era apenas um Tamanduá Bandeira que estava comendo formigas em um cumpizeiro e se assustou com o velho e o atacou, assim todos desvendaram o mistério